Medo da rejeição amorosa – Como lidar

 

rejeição amorosa

Numa rejeição amorosa, poucos escapam do terrível sentimento de perda e vazio que fica. Dói sim, e muito. Na verdade, só muda mesmo a intensidade e cada pessoa vai viver essa essa dor de modo diferente, dependendo de sua história e maturidade emocional.

Alguns dizem que a dor da rejeição amorosa é tão forte ou até pior do que uma dor física intensa. Outros, que dói como se a pessoa amada tivesse morrido.

De qualquer maneira, sempre dói e, por vezes, deixa marcas profundas e o medo intenso de nunca se estar PRONTA PARA AMAR. Além disso, podem atrapalhar também a vida profissional, que inevitavelmente afeta a parte financeira, que também reflete na saúde física e emocional.

Se você nunca viveu uma rejeição amorosa, você é realmente uma felizarda, porque no campo dos relacionamentos amorosos não há garantias, e se a outra pessoa não quer mesmo, não há nada que você, ou eu, ou ninguém possa fazer.

No entanto, algumas pessoas sofrem constantemente com o medo da rejeição amorosa mesmo sem evidências de que algo vai mal no relacionamento. A pessoa não consegue se controlar; vive em constante estado de alerta.

Qualquer mudança no humor do parceiro, ou no comportamento dele, é motivo para um sofrimento interno intenso, já na expectativa de que ele vá terminar com ela, ou seja, que vá rejeitá-la.

Afinal, de onde vem então esse medo da rejeição?

Medo da rejeição e carência afetiva

carência afetiva

O medo da rejeição e a carência afetiva andam de mãos dadas e essa cumplicidade pode ter começado muito cedo na vida da pessoa – na infância.

Para uma criança, ser excluída é devastador, porque ela não tem a capacidade de não levar as coisas para o lado pessoal, por isso, o que pode ter sido uma bobagem, na cabeça da criança, é motivo de vergonha e insegurança.

Dependendo da recorrência e da intensidade desses episódios de se sentir excluída ou rejeitada, esses sentimentos podem acabar acompanhando a pessoa em sua vida adulta, e trazendo muita dor e confusão para seus relacionamentos amorosos e outras áreas de sua vida.

Na verdade, está tudo interligado e algo que parecia uma bobagem de criança pode atrapalhar, e muito, a sua felicidade.

Para agravar a situação, são poucos os que têm coragem de admitir que tem medo da rejeição, inclusive da rejeição amorosa, porque se sentem infantis. Por isso, poucos buscam por ajuda.

Porém, para alguns, um dia chega o momento do BASTA! Como para uma cliente que me procurou sobre seu medo de rejeição. Se você já sentiu ou sente esse medo da rejeição amorosa, continue lendo, pois livrar-se do medo da rejeição é fundamental para estar PRONTA PARA AMAR.

COMO LIDAR COM A REJEIÇÃO –  3 PASSOS

“O medo de ser excluída me persegue desde a adolescência e até hoje eu tenho medo de ser excluída. Facilmente me sinto deixada de fora; é um medo da rejeição muito intenso. Parece que o mundo inteiro se pertence, todos fazem parte,menos eu”. Essas eram sua queixas.

A seguir vou te mostrar os 3 Passos para lidar com o medo da rejeição que ensinei a ela.

PASSO # 1: Pratique a distinção entre FATO e PERCEPÇÃO DO FATO

Essa técnica é muito simples e muito eficaz.

PRÁTICA:

  1. Pense na situação específica que está te causando o medo da rejeição.
  2. Escreva-a de modo objetivo, qual é o FATO que aconteceu que te levou a se sentir assim. Por exemplo: Já se passou meia hora e meu namorado não respondeu minha mensagem no whatsapp.
  3. Pergunte a si mesma: Ele está mesmo me ignorando, ou simplesmente é desligado, como a maioria dos homens? Ou talvez ele esteja ocupado com o trabalho.
  4. Anote todas as possibilidades que podem existir para que ele não tenha respondido, que não envolvam ignorá-la. Por exemplo: acabou a bateria; ele não sabe o que responder naquele momento; prefere dar a resposta pessoalmente, está ocupado, etc.
  5. Deixe tudo isso de lado, inclusive o celular, e vá fazer algo que seja prazeroso e coloque VOCÊ no centro de seu dia! Se priorize. Coloque o foco em você.
  6. Dessa maneira, quando encontrar com ele, não estará com tanta raiva, nem se sentindo a última bolacha do pacote e poderá falar com ele calmamente.

Esse é exemplo simples, mas a mesma técnica pode ser utilizada para QUALQUER SITUAÇÃO. Lembre-se: Não tem de ser complicado para ser eficaz! Coloque em prática e observe os resultados.

PASSO # 2: CUIDE DE SUA CRIANÇA INTERIOR

medo da rejeição

O Resgate da Criança Interior é uma técnica rápida e eficiente do meu programa para mulheres online: PROGRAMA AMOR & CONEXÃO JÁ.

Para que a mulher esteja pronta para amar, é preciso curar a menina. Tony Robbins

No início do processo, quando peço às clientes para olharem para o seu interior e perguntar à sua criança como ela se sente a respeito dela agora adulta, a resposta é muito parecida com isso:

Eu me sinto ignorada. Você mal sabe que estou aqui. Você nunca me escuta. Você coloca muita pressão em mim para fazer tudo ‘certo’ e nunca reconhece o que eu faço, só me critica …

E eu odeio quando você se entope de comida (…ou outros vícios), fica choramingando, reclamando, mas não faz nada para melhorar”.

Enquanto você ignorar seus sentimentos você estará excluindo e rejeitando a si mesma.

Quer saber mais sobre o programa de resgate da Criança Interior?

Escreva para creusa@porquevocemerece.com

Enquanto se julgar, tentar sufocar seus sentimentos e preencher o vazio interior com comida (ou drogas, remédios, sexo) e apontar para os outros como responsáveis por seus sentimentos a sua criança interior vai se sentir excluída, rejeitada, abandonada por você.

E esse autoabandono dói mais do que qualquer coisa. Sem saber como lidar com esse sentimento que poucos até sabem dar nome, você projeta nos outros toda essa dor, se sente cada vez mais deprimida, afasta as pessoas de sua vida e passa a acreditar que não pertence a lugar algum, com ninguém. Que não merece ser feliz.

Pergunte a si mesma agora: O que posso fazer, agora mesmo, para me sentir mais feliz e amada por mim mesma? Ouça com atenção e faça o que teu coração te sugerir.

Seja gentil consigo mesma. Provavelmente, foram anos se negligenciando, se abandonando. E você não precisa fazer isso sozinha. Eu mesma busquei por ajuda. Isso encurta o caminho da dor e da solidão. E quando menos esperar, estará PRONTA PARA AMAR com leveza e sem a famigerada necessidade do outro.

PASSO # 3: APRENDA A SE AMAR PARA SER AMADA

amor próprio

Quando você aprender a amar e valorizar a si mesma, e a definir o seu próprio valor como pessoa,  vai perceber que sequer pensa mais se as pessoas estão te rejeitando ou não.

Você vai entender que e gaiola estava fechada somente por dentro e poderá, então, se libertar.

Aprender a ouvir seus sentimentos com frequência e seguir sua intuição, seu Eu Verdadeiro, e aja com amor a favor de si mesma. Assim, se sentirá completa e feliz por dentro, com muito amor para compartilhar com os outros.

Você vai descobrir que os outros se sentem muito mais facilmente atraídos a você quando você se ama e quando está cheia de amor para compartilhar.

Não tem segredo: a história se repete. Quanto mais que você rejeita a si mesma, mais você vai se sentir rejeitada pelos outros. Quanto mais se amar, mais amor vai atrair para sua vida.

Muito frequentemente, as pessoas nos tratam EXATAMENTE da mesma forma como nós tratamos a nós mesmas.

Portanto, quanto antes e quanto mais você aprender a amar e a valorizar a si mesma, mais cedo você vai experimentar o amor e a valorização de outros.

Sentimentos de rejeição e carência afetiva se tornam experiências do passado quando você pratica o amor próprio e aprende a amar a si mesma. É possível e você merece.

CONCLUSÃO

Neste artigo vimos o quanto a rejeição amorosa pode nos fazer sofrer, e como muitas pessoas sofrem com o medo da rejeição, um sentimento de não pertencimento que pode virar uma paranoia e atrapalhar muitas áreas de nossa vida.

Você aprendeu 3 passos simples que podem te ajudar a começar a lidar com esse medo e transformar sua experiência de vida para melhor imediatamente! Mas você tem de colocar em prática.

No entanto, eu sei que às vezes, por mais que a gente queira, é difícil resolver isso sozinha. Então, me escreva e eu terei o maior prazer em te ajudar! creusa@porquevocemerece.com

Compartilhe com quem possa se beneficiar.

Com amor, Creusa Brigatti

** Elimine a Insegurança, as dúvidas de seus relacionamentos… porque para ser mais feliz no amor não é preciso sorte, é preciso estar PRONTA PARA AMAR.

Clique AQUI e saiba qual o processo passo de sua jornada para encontrar um amor de verdade ->

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *